Boa Tarde !     Utilizadores Online:       

DISTRITOS
Algarve
Aveiro
Beja
Bragança
Braga
Castelo Branco
Coimbra
Évora
Guarda
Leiria
Lisboa
Portalegre
Porto
Santarém
Setúbal
Viana do Castelo
Vila Real
Viseu
Açores
Madeira
main
main

O papel dos Pais numa Escola Pública

Data adicionada : April 02, 2015 06:00:02 PM
Autor:
Categoria:
 

01 abril 2015




Este meu contributo não é mais do que um desabafo e uma visão do que é, neste preciso momento da Educação, o papel dos Pais numa escola pública. Não tenhamos dúvidas que o papel dos Pais numa escola privada tem outra dimensão e intervenção.

Quando aceitei o desafio de alguns amigos, e por via deste, desafiei outros tantos para concorrer à Associação de Pais e Encarregados de Educação da escola dos meus filhos, pensei para mim que seria um desafio, que ia ser positivo para os alunos e tinha oportunidade de dar o meu contributo para melhorar o universo escolar.

A participação dos Pais e Encarregados de Educação numa escola tem de ser uma dinâmica pela qual nos comprometemos a relacionar entre nós, a reafirmar ou até mesmo em modificar e alterar os nossos pontos de vista iniciais, mas sobretudo a unir esforços para alcançar um interesse comum, que é o dos alunos que representamos.

A escola tem de ser entendida como um projeto educativo, que é comum a todos os participantes da comunidade escolar: alunos, professores, pais, funcionários e sociedade em geral. Poder participar, é fazer parte do universo de uma escola, é poder contribuir para a orientação do processo educativo dos alunos.

É precisamente deste conceito que são criadas as Associações de Pais e Encarregados de Educação.

Agora deixo uma questão pertinente e que merece a nossa reflexão: se as Associações de Pais são criadas num contexto de instrumento de participação na comunidade escolar, porque tantos Pais são renitentes ao seu contributo e participação ?

Desde logo o desinteresse na escola, o distanciamento a que escola obriga e a pouca informação e comunicação entre escola-pais, são na minha opinião os maiores entraves.

Também ouvi de muitos o receio pela sua intervenção e participação, será falta de confiança nos professores ou mesmo medo que estes não aceitem bem a sua presença ?

Se pensarmos, o simples facto de termos de deixar os nossos filhos na porta da escola, não podermos nem sabermos exatamente que se passa no dia-a-dia, é uma barreira e uma porta que não é virtual, é bem real.

Mesmo com os professores, é-nos vedado o acesso a todo o corpo docente, onde apenas o diretor de turma é o ponto de comunicação com a escola - e quando isso não chega, ou não funciona ? É verdade que a escola criou as figuras dos representantes de turma, que supostamente têm acesso aos professores, nem que seja numa reunião de conselho de turma, mas posso dizer que nem sempre funciona e nem sempre estamos presentes nessas mesmas reuniões.

A participação dos Pais tem de ser melhorada, tem de haver quem esteja disponível para uma dinâmica maior, quem tenha aptidão e atitude para a comunicação, mas para isso é preciso abertura da escola.

A participação é incompatível com o isolamento que a escola provoca.

 
main
Avaliações
main
comentários
main