Boa Tarde !     Utilizadores Online:       

DISTRITOS
Algarve
Aveiro
Beja
Bragança
Braga
Castelo Branco
Coimbra
Évora
Guarda
Leiria
Lisboa
Portalegre
Porto
Santarém
Setúbal
Viana do Castelo
Vila Real
Viseu
Açores
Madeira
main
main

Educação – inovação tecnológica impõe-se!

Data adicionada : March 26, 2015 06:00:02 PM
Autor:
Categoria:
 

26 maro 2015




Porque ouvimos sempre os alunos afirmarem "eu até gosto da escola, mas não gosto mesmo é das aulas" ?

Deveria estar na agenda de todos os políticos, e consequentemente, de todos os partidos, a discussão em torno da Educação, sobre o paradigma que se pretende e queremos para o séc. XXI.

Ontem celebrou-se o Dia Nacional do Estudante, e nas muitas entrevistas que foram feitas a estudantes, havia algo em comum, a queixa da pouca abertura das escolas e dos professores para o digital.

Não consigo conceber a escola em que a tecnologia, os conteúdos digitais, o virtual não está presente. A presença, a produção e a distribuição de conteúdos digitais é um dos eixos principais para a aproximação da escola ao aluno.

A exploração, utilização e apresentação de trabalhos pela via multimédia vem trazer aos alunos e escolas que as realizam uma enorme satisfação. É utilizar recursos e meios que estão ao alcance da juventude, que fazem com que eles queriam estar presentes e participar nas aulas. Está mais que claro, que o conhecimento é mais facilmente apreendido e retido quanto mais ativo e participado for o envolvimento dos alunos no processo de aprendizagem.

A escola de massas, em que o professor ensina ao mesmo tempo e no mesmo lugar, a dezenas de alunos, nasceu na revolução industrial e perdura até hoje. Aquelas aulas em que o professor entra e diz para se calarem, desbobina matéria, escreve no quadro e faz perguntas, está obsoleto e deveria ser abolido rapidamente.

Muitas das escolas bloqueiam o acesso a conteúdos digitais, ao acesso ao hi-fi e mesmo a algumas aplicações. E porque não aprenderem a lidar com esses conteúdos e a explorarem os mesmos ? As inúmeras redes sociais podem ser usadas para motivar os alunos, não será por lhes bloquearem o acesso que não usam o telemóvel ou o portátil. O uso destes conteúdos digitais vai decerto motivar alunos, e professores, tornando a sala de aula e a escola mais atrativa e interessante.

Eu sei que para o digital seja uma realidade nas escolas portuguesas, é preciso que haja uma articulação entre as escolas e as editoras - é preciso que os conteúdos digitais estejam disponíveis a preços considerados razoáveis.

Um professor é bom quando domina a matéria que deve ensinar, quando se interessa pelos alunos e consegue chegar à fala sobre assuntos que lhes digam algo, quando os ajuda a alcançar e na escolha do caminho que pretende seguir. Os professores, parte mais que essencial nesta equação escolar, devem ser envolvidos no processo de aquisição de conhecimento e novas competências, é um dos eixos essenciais para o funcionamento desta nova escola. É verdade que alguns são um enorme obstáculo à evolução tecnológica, mas para esses e essas digo que desta forma se gerava uma maior empatia entre professor e aluno, se criava um ambiente e clima de maior motivação e estímulo, se desenvolvia o pensamento crítico, criatividade e participação dos alunos.

Não tenho dúvida nenhuma que o contexto da Educação teria muito a ganhar com esta integração das novas tecnologias em ambiente escolar, com uma maior integração da inovação tecnológica, muito em linha com a Sociedade do Conhecimento.

O sucesso escolar, que a todos os elementos que fazem parte do universo da escola interessa, depende da aproximação da cultura escolar com a cultura dos alunos.

Será que assim não ouviríamos mais: eu até gosto da escola e das aulas ?

 
main
Avaliações
main
comentários
main