Boa Tarde !     Utilizadores Online:       

DISTRITOS
Algarve
Aveiro
Beja
Bragança
Braga
Castelo Branco
Coimbra
Évora
Guarda
Leiria
Lisboa
Portalegre
Porto
Santarém
Setúbal
Viana do Castelo
Vila Real
Viseu
Açores
Madeira
main
main

SELF COACHING- MUDE DE PERSPECTIVA

Data adicionada : February 03, 2015 06:00:03 PM
Autor:
Categoria:
 

03 fevereiro 2015


Nos tempos que correm queremos tudo para ontem, vivemos constantemente numa roda vida, em que priorizamos o trabalho e os rendimentos tornando-nos reféns do sistema.

Quantos não vivem infelizes atrás das secretárias, suspirando pelos cantos imbuídos de anti depressivos, estabilizadores de humor e calmantes para "aguentar", um emprego que não foram toldados para o ter, cuja sua natureza o nega, tarefas repetitivas, exigências, protocolos, burocracias, numa intensa ironia dos tempos modernos que sucumbe vidas no esquecimento e vazia dos seus objectivos natos.

O coaching fala em pró actividade, em lutar pela concretização de ideias e ideais, nos sonhos, mas de facto, sonhos não pagam dívidas, nem a prestação ou renda da casa, nem água, nem luz, nem gás, a dura realidade da vida, é acordar pela matina, ainda mal o sol nasceu com aquele despertadora que dilacera a mente como um corte, após horas de sono mal dormidas, porque o filho não dormiu bem, e porque as preocupações dormem à cabeceira e ameaçam entrar-nos nos sonhos da noite com o seu ar castrador.

Sucumbidos ao poder do dinheiro, a cada dia se levantam milhões de portugueses, sem vigor, sem força, numa tentativa de "aguentar", esperando que passe e assim levam a vida a esperar que passe, controlando as emoções, sob a tirania de um sistema que lhe troca o tempo em moedinhas de euro, no final do mês leva 500 euros, por 8 horas de trabalho, mais extra, por mais horas de fadiga em casa, junto dos tachos e panelas, das vassouras, das esfregonas, esfregões, numa romaria de meter dó.

A questão com que se debruçam é o que fazer, face a esta realidade, mudança de perspectiva é a solução, viver a vida com mais leveza e menos seriedade e encontrar formas, soluções, estratégias.

Um dia são 24 horas, se 9 são passadas ao trabalho, 8 a dormir, 3 em lides domésticas, numa regra de soma, sobram 4 horas, para se reinventar, concentre-se, centre o foco, pegue numa folha em branco e recomece, escreva, torne-se autor da própria história. Comece por: Eu gosto de…, quem sou eu…, o que quero ser…., o que me faz feliz…, reserve tempo para si, desligue a televisão, o computador, abstrai-se das redes sociais, descubra-se, encontre-se e viva o curto tempo que tem para si com a qualidade que merece ser vivido.

A vida devolve-nos aquilo que queremos dela, se acreditarmos piamente que vai ser sempre assim, num círculo vicioso de trabalho, casa, trabalho, ela não muda, pois a causalidade actua consoante a nossa forma de pensar. Não existem fórmulas, nem remédios mágicos, os prozac, nem os xanax, faz a felicidade, essa está em nós nas pequenas coisas, relaxe, recoste-se e embarque na sua viagem interior, deixe levar-se por si, pelos seus pensamentos positivos acerca de si próprio, se você não mudar dentro de si, tudo continuar a ser da mesma forma. Experimente, respirar calmamente, foque-se no momento presente, e ponha em acção o seu plano prático do maior amor do universo, o amor-próprio.

 
main
Avaliações
main
comentários
main