Boa Noite !     Utilizadores Online:       

DISTRITOS
Algarve
Aveiro
Beja
Bragança
Braga
Castelo Branco
Coimbra
Évora
Guarda
Leiria
Lisboa
Portalegre
Porto
Santarém
Setúbal
Viana do Castelo
Vila Real
Viseu
Açores
Madeira
main
main

Alvor - uma pérola a sul da Península Ibérica !

Data adicionada : April 24, 2014 06:00:10 PM
Autor: Mário de Freitas
Categoria:
 
Mário de Freitas
24 abril 2014
Ocupamos - Alvor - cerca de 16 Km2, temos aproximadamente 6.154 habitantes (censos 2011) e somos, sem hesitação, a Freguesia mais bela do Concelho de Portimão. Sobre isto não há qualquer dúvida!

Nenhuma dúvida tenho, também, que o momento se presta para que divulguemos os melhores recantos do nosso Algarve para o Verão que se aproxima em detrimento de absorver tinta a escrever sobre política. Esta, irremediavelmente vulgarizada, seriamente doente, patenteia a falta de alguém que faça melhor, alguém que saiba sinalizar um caminho político e social sério destinado a erradicar primeiro os vícios que temos como povo.

É mais benéfico falar do fascinante burgo - Alvor!

Temos uma tradição marítima e piscatória, com profundas crenças religiosas, nas quais a bela Igreja Matriz, construída no século XVI e de estilo Manuelino mostra no seu majestoso pórtico uma riqueza decorativa, com pormenores e figuras renascentistas. O orago é o Divino Salvador de Alvor.

Vila rica em monumentos não se delimita à Igreja Matriz pois tem a da Misericórdia, os Morabitos - anexo à Igreja Matriz, o de S. João e o de S. Pedro. Nos Montes de Alvor podemos apreciar a Ermida de Nossa Senhora da Conceição.

De vital importância o Rio de Alvor, com 17 km de percurso, nasce em Monchique e termina na ria ou estuário, que penetra no mar e que dispõe de praias que ocupam um extenso areal que vai até à Ria. A Ria de Alvor larga e rendilhada na sua intrincada morfologia e os seus três afluentes, sem segredos para os pescadores, com o seu mosaico diversificado de habitats, a sua beleza paisagística e os valores naturais presentes é uma zona húmida fundamental nas viagens fascinantes que as aves realizam. Dos habitats presentes, 18 encontram-se descritos no âmbito da Directiva Comunitária relativa à preservação dos habitats naturais e da fauna e flora selvagens, sendo 3 considerados prioritários. Esta Ria tem, devido à sua localização geográfica e às condições meteorológicas que se fazem sentir no final do Verão e Outono, uma das principais vias de migração das aves entre o Paleártico Ocidental (Europa, Sibéria e algumas áreas do Árctico) e o continente Africano. Esta panóplia concede-nos ainda, aos que nos visitam e gostam de boa gastronomia, usufruir das melhores iguarias.

No que concerne ao lazer temos uma biblioteca, uma ludoteca com um excelente trabalho social, um complexo desportivo e as praias - Vau, Prainha, Três Irmãos, Torralta e Alvor de renome e com características únicas encantam quem nos visita precisamente pela sua beleza natural e segurança e um passadiço que faz as delícias dos caminhantes e desportistas. Desde 2001 dispõe, esta última, de meios para que as pessoas com deficiência motora possam, também, usufruir das naturais condições do mar para além de certificada com "Bandeira Azul" considerada uma das mais agradáveis estâncias balneares (website hoteis.com).

Para preservar, principalmente, o «barco salva-vidas», recolhido nas instalações do (ISN), sob a tutela da Freguesia de Alvor, o ALNÁUTICA - Clube Naval D. João II, recentemente reactivado, depois de 7 anos de interregno, por um grupo de entusiastas que pretendem fomentar o gosto pelos desportos náuticos, tem dinamizado os amantes do mar e rio à prática das suas diversas actividades, prevalecendo a relíquia do barco a remos de tipo dinamarquês, construído entre 1932 e 1933 no Estaleiro do Instituto de Socorros a Náufragos de Pedrouços. Chegou a Portimão a bordo do «Patrão Lopes» no dia 7 de Junho de 1933 com destino à Barra de Alvor. Foi abatido em 18.03.1983.

Alvor aparece estritamente ligada ao Rei D. João II, que aqui morreu em 25 de Outubro de 1495, no palacete «sumptuoso» de Álvaro de Ataíde, na Rua do Poço, desenganado dos banhos hidromedicinais das Caldas de Monchique.

Actualmente Alvor tem na agricultura, hotelaria, restauração, turismo, comércio e pesca as actividades económicas capitais.

A sua gastronomia é deslumbrante…

Esperamos por si!

* Cidadão
 
main
Avaliações
main
comentários
main